sábado, março 26, 2011

Ele não vai me derrubar.




   Não sei dizer o motivo, mas naquele momento, quando a vontade era chorar, abri um sorriso. E tentei ignorar meu peito desmoronando dentro de mim. Ele ali falando, soltando toda a sua raiva, seu desamor, seu desprezo encima de mim, que nunca fiz nada contra ele. Eu que nunca fiz nada contra ninguém. Nem contra àqueles que mereciam. Imagina para ele, que eu nem conheço direito. Quer dizer, ontem eu pude conhecê-lo um pouco. No momento que ele derramava sobre mim sua ira, eu pude ver o quanto medíocre era aquele homem. Um homem que deveria estar naquele ambiente para me ensinar algo de últil, me ensinou algo que eu já sabia: Aquele que se altera numa discussão de opiniões, nunca está com a razão. Ele tentou me humilhar. Ele tentou me fazer chorar. Ele tentou me diminuir na frente de todos. Mas embora ele tenha saído daquela sala de aula com um pensamento de certeza de que havia conseguido o que queria, ele se enganou. Ele não conseguiu. Ele não conseguiu fazer eu me sentir inferior a ele, pelo contrário, ele me fez ter a certeza de que eu nunca conseguiria esse feito. Eu sempre serei superior a ele. Porque sei respeitar as pessoas. Sei respeitar suas opiniões, mesmo que estas, sejam extremamente diferentes das minhas.  
   Ontem descobri que sou capaz de sorrir, ficar calada e me segurar, quando a minha maior vontade era chorar, gritar e xingar àquele que parece ter entrado na sala de aula daquela Universidade com a missão de me perseguir, me frustrar, me inferiorizar.
   Eu só queria poder ter feito ontem, o que sempre fazia quando criança com aqueles que tentavam me fazer chorar: Chegar bem perto dele, olhar nos seus olhos, botar pra fora a minha língua como sinal de protesto, virar as costas e deixar ele falando sozinho. E nunca mais ter o desprazer de vê-lo ou ouvir sua voz sendo dirigida a mim. Mas como eu não sou mais criança, embora ele me considere infantil, vou fazer o que os adultos fazem, olhar para o problema, (no meu caso, a presença dele) e mostrar que sou maior que ele, enfrentando-o. Vou ser fria, e vou mostrar a ele que embora ele queira com todas as forças, ele não vai me derrubar.

3 comentários:

Leticia Dantas disse...

adoreei Tamii :]
não deixe mesmo que ele te derrube, você
tem uma força e um brilho muito grande.
parabéns pelo texto, beijos :*

Phael Marques disse...

É isso ai Tamii to contigo e não abro, precisando eu to aqui viu, mais que seu colega sou seu amigo. Forças!

tamii macedo disse...

Letícia: Não deixarei mesmo, obrg por tudo, bjo;*
Rapha: Vlew pela força! Sei que sempre poderei contar contigo.

Postar um comentário