terça-feira, novembro 30, 2010

ela estava apaixonada.








Ela gostava dele. Ele gostava de estar com ela , porque estando com ela, ele pensava menos na outra, a outra por quem ele era verdadeiramente apaixonado. Eles conversavam sempre. Ela fazia bem a ele. Ele nem tanto a ela. Mas mesmo assim, ela queria estar perto dele. Ele era bonito. Era interessante. Não era muito inteligente, nem muito carinhoso. Mas ele era charmoso. E ela foi levada pelas aparências. Ele falava para ela tudo o que ela precisava ouvir, ela estava carente. Carente de sensações diferentes. E ele trouxe coisas inimagináveis para vida dela. Ele a usou para suprir a sua falta. E ela se deixou ser usada. Ela estava apaixonada. Hoje, ela olha para trás e para tudo que ela fez para estar com ele e percebe como ela foi ridícula. Como ela se deixou levar por tanta bobagem. Pelas besteiras que ele escrevia para ela. Pelas frases feitas que ele dizia para ela. Ela foi uma idiota. Ela sabe disso. Mas ela estava apaixonada. E quando se está apaixonado, tudo e qualquer coisa que a pessoa por quem se está apaixonado faz, é maravilhoso. É grande. É verdadeiro. Quando se está apaixonado, a bobeira entra completamente na cabeça, e você começa a fazer tanta besteira, a falar e a fazer coisas sem sentido, coisas que você jamais se imagianaria fazendo por ninguém, ou com ninguém. Mas você acaba fazendo. Porque quando se está apaixonado tudo vale a pena. E era isso o que ela pensava. Ela pensava que valia a pena. Valia a galinha inteira. A granja. Valia tudo, só para estar com ele. Para ser dele. Mesmo que ele não quisesse ela. Mesmo que para ele, ela só fosse um passatempo. Uma venda nos olhos e no pensamento dele, para que assim ele não pudesse ver a outra, nem pensar na outra. Ela achava tudo válido. Ela estava com ele. Mesmo que ele só estivesse com ela fisicamente. Se ele desse a ela um simples sorriso, ela ganhava o dia. Ela estava apaixonada. Toda mentira que ele contava, por mais óbvia que fosse, mesmo que ela soubesse, ela aceitava. Ela transformava tudo em verdade. A vontade de estar com ele, era maior do que tudo e qualquer coisa. Mesmo que ele estivesse com ela, pensando em outra, ela não se importava. Ela estava apaixonada.

em plena segunda-feira.





Ele : Eu te amo!
Ela: Você fica falando essas coisas, depois eu acredito.
Ele: E é para você acreditar mesmo.
Ela: Se você fosse uma mulher, eu até acreditaria.
Ele: Porque? homem não tem sentimento?
Ela: Não é isso. É que para homem amar, tem que ter um tempo, eu acho, e tem tão pouco tempo.
Ele: Sentimento não tem a ver com tempo.
Ela: Eu sei, mas sei lá, não pode ser amor não.
Ele: Eu gosto tanto de você, me preocupo, não gosto de passar um dia sem te ver, até me pergunto porque gosto tanto. Só pode ser amor. Ultrapassa gostar, isso que eu sinto.
(silêncio)
Ela: Tenho tanto medo de perder você.
Ele: E eu então. Não posso viver mais sem você. Preciso de você na minha vida.
(eles se olham e se beijam apaixonados)

Talvez não seja amor, mas eles sabem que mesmo que não seja, é tão bom sentir o que eles estão sentindo.

E para ela, mesmo que não seja amor, foi muito bom ouvir um " eu te amo" pela primeira vez da boca dele, em plena segunda-feira. Imprevisível. Inesquecível.


*

segunda-feira, novembro 29, 2010

medo de ser só.





Ela queria ficar só depois de ter ficado junto e ter sofrido tanto. Mas não conseguiu. Ela sempre se coloca a disposição de outras pessoas. Ela não sabe bem ao certo o porque. Talvez seja porque, mesmo que ela queira ficar só, ela tem medo. Medo de ficar só, e só fazer besteira. Ela faz muita besteira quando está só. Ela tem medo de ficar só e perceber que isso mesmo que ela sempre mereceu da vida. A solidão. E por medo de ser só, ela se entrega a qualquer promessa de felicidade. Qualquer promessa de amor. Do menor amor que seja. Mas ela percebe, que mesmo acompanhada ela se sente só. Ela quer ficar junto, mesmo se sentindo só. Talvez seja melhor. Talvez esse medo acabe um dia. Talvez alguém a faça se sentir amada, e ela perca esse medo. Mas até hoje ninguém conseguiu tirar de dentro dela toda essa solidão que ela guarda. Ela não sabe se é porque ela não deixa ninguém tocá-la profundamente, ou se ninguém consegue fazer isso, mesmo que ela permita e queira tanto. Tudo o que ela quer é perder esse medo. Esse medo de ser só e de também sofrer estando junto. Será que ela vai encontrar alguém que a faça sorrir com toda a alma? Será que ela vai encontrar alguém que a faça se sentir completa? Será que ela ainda vai ser feliz, sem que nenhum medo a impeça? Ela não sabe, mas que ela está sempre tentando conseguir perder os medos e ser feliz, ninguém pode duvidar.

Meu sentimento de posse.



Não quero vê-lo, mesmo assim quero saber como ele está. Com quem está, se é que ele está com alguém. Não quero vê-lo, mas quero ouvir a sua voz, nem que seja por telefone. Quero saber se noto alguma alteração no seu tom. Quero ver fotos novas, para saber se ele tem se divertido, se ele tem saído, se ele está feliz. Quero saber se ele já me esqueceu. Não quero que ele esteja triste, mas quero que assim como eu, mesmo que pouco, ele sinta minha falta. Quero saber se ele ainda pensa em mim.
Queria um pouco dele para mim. Queria tudo de bom que ele tem e eu não consigo encontrar em outro alguém. Queria sentir novamente que ele era meu. Mesmo que ele nunca tenha sido. Meu sentimento de posse, se corrói dentro de mim, só de pensar que ele pode estar feliz com alguém que não seja eu.
Queria poder vê-lo mesmo que de longe. Não. Eu não quero vê-lo, é melhor assim. Quero ele longe de mim. Queria saber se ele ainda está sozinho. Não. Não quero saber. Porque eu sei que vou querer arrancar os cabelos, se ele estiver com alguém, mesmo que eu esteja também.

sábado, novembro 27, 2010

"e se?" é arte do diabo.

Acabei de assistir o filme "Cartas para Julieta".
Uma parte do filme que me chamou bastante atenção foi uma em que a protagonista manda uma carta para uma mulher que perdeu o seu amor, por não saber se valeria a pena desistir de tudo por esse amor. A carta é assim:

Querida Claire,
"E" e "se" são duas palavras tão inofensivas quanto qualquer palavra.
Mas coloque-as juntas, lado a lado, e elas têm o poder de assombrá-la pelo resto da sua vida.
"E se"... E se?
E se?
Não sei como sua história acabou. Mas se o que você sentia na época era amor verdadeiro, então nunca é tarde demais. Se era verdadeiro então, por que não o seria agora?
Você só precisa ter coragem para seguir seu coração!
Não sei como é sentir amor como o de Julieta, um amor pelo qual abandonar os entes queridos, um amor pelo qual cruzar oceanos. Mas gosto de pensar que, se um dia o sentisse, eu teria a coragem de agarrá-lo.
E Claire, se você não o fez, espero que um dia o faça.
Com todo o meu amor, 
Julieta

Estava assistindo e pensei, todos nós após optarmos por fazer uma coisa, sempre pensamos nas consequências que isso nos trará, aí vem esse tal "e se" , que fica nos corroendo por dentro porque esse "e se" não tem nada de concreto, só abstrato. E esse "e se" não é retirado fácil da nossa cabeça, porque mesmo que a gente não queira, quando tomamos decisões em nossas vidas, logo vem certas perguntas nos perturbar o juizo. E se eu tivesse feito de outro jeito, o que teria acontecido? E se eu tivesse escolhido o outro rapaz que me paquerava ao invés desse, para namorar, como teria sido? E se eu não tivesse desmanchado as malas naquela ocasião? E se eu tivesse ficado ao invés de ter partido? E se eu não tivesse falado aquelas palavras naquele momento? E se eu tivesse dito o que estava sentindo para aquela pessoa antes, teria sido diferente? E se eu tivesse feito outra escolha?...
Certa vez uma amiga me disse que um professor seu havia lhe dito em certa ocasião que "e se.. é arte do diabo", e eu devo concordar com ele, embora eu não o conheça, porque só o diabo mesmo para nos deixar esse presentinho. Esse "e se" que nos confunde e que nos faz ficar pensando em coisas que não aconteceram. E porque aceitar esse "tal presente" ? Porque ao invés de ficar pensando no que poderia ter sido, não fazê-lo, para ver no que vai dar? Fazer é melhor do que ficar imaginando depois de não ter feito nada, milhares de " e se" , porque só fazendo você saberá como foi, como é. E não vai sobrar espaço para dúvidas bobas. Não se deve perder oportunidade nenhuma nessa vida, porque não temos segunda chance para fazer as mesmas coisas. Mesmo que ocorra de um dia você encontrar aquele amor que perdeu por medo de se entregar, pensando se seria bom, se valeria a pena, nada vai ser igual ao que você viveu antes. Tudo será diferente. Você pode pensar que será igual, porque agora você não tem medo. Mas nada, além de novela e filme, volta de onde parou. As chances que você teve e que perdeu, ficaram no passado. Hoje já são outras chances, outros momentos.. Você só não pode, caso isso de você ter de volta o seu amor aconteça, ficar pensando novamente, como será se você tentar. Não se perde nenhuma oportunidade que a vida dá. 

Imagine : E se você perdê-las, como será?


só para poder te sentir.




Parece que hoje o céu resolveu chorar comigo a sua falta. CHUVA!
Não para de chover e eu preciso do sol, para saber que tudo ainda pode brilhar mesmo sem você aqui.
É incrível, quando te tinha ao meu lado, só sabia reclamar do que te faltava, mas agora longe, o que te falta sou eu, o que me falta é você, aqui, bem perto de mim. Eu preciso tanto do seu colo hoje. Hoje que meu coração tá triste e meu corpo não para de arrepiar, sentindo um daqueles maus presságios. Aqueles dos quais eu sempre te falava. E dos quais você sempre dava risada. Eu queria você aqui, para me dizer que eu sou uma boba e que só penso besteira, e que nada de ruim vai acontecer.
Sem você aqui, quem vai me dizer? Quem vai me dizer que vai dar tudo certo, com aquela certeza que só você tinha? Quem vai me abraçar e alisar meu cabelo, com aquele carinho que só você fazia? Quem vai me esconder nos braços em um abraço gigante, que me proteja de todo mal que me rodeia (mesmo que este só exista em minha cabeça)? Quem vai me dizer que eu devo aprender que tudo passa? Quem vai fazer o papel de anjo, amigo, companheiro? Quem vai me trazer de volta ao mundo real quando eu estive fantasiando loucuras? Quem vai me dizer que eu sou uma princesa, mesmo que eu não viva um conto de fadas? Quem vai estar aqui, só para mim, e entender que eu sofro de uma falta, uma falta de tudo e nada, que nunca acaba? Quem vai compreender todas as minhas paranóias e vai querer estar comigo mesmo assim? Quem vai me deixar falar besteiras o dia todo e não cansar de ouvir? Quem vai me mandar calar a boca e ir durmir, de uma forma que não me magoe, só me faça rir? Quem vai fazer isso por mim? Se você não está aqui?
Quem vai ser meu porto-seguro? Porque hoje eu preciso de um lugar para ancorar.
E essa chuva que não passa? E cadê você, que não chega e me abraça?
Talvez a chuva passe , mas eu sei que você não vai voltar. Pelo menos não hoje, que eu preciso tanto de você aqui, pelo menos por dois minutos. Só para poder te sentir um pouquinho perto de mim.

Como eu não posso te sentir, vou sentir a chuva bater em meu corpo, e imaginar que cada gota é um pouco de ti.

sexta-feira, novembro 26, 2010

Um sonho ruim.




Ela hoje não acordou muito bem. Ela hoje não queria estar pra ninguém. Se possível nem para ela mesma. Ela hoje não queria apontar a cara na rua. Todo mundo acorda asim um dia. Ela acordou assim hoje. 
Hoje ela acordou sentindo saudade daqueles que fizeram parte da vida dela e que já não fazem mais. Hoje ela acordou com saudade de tudo o que ela já viveu, e até do que ela só imaginou. Hoje ela está extremamente nostálgica. Hoje é um daqueles dias que ela pega sua caixa de cartas e relê todas e chora. Mesmo sabendo que nada vai fazer ela voltar ao tempo que ela viveu tudo aquilo, ela chora. É a única coisa que ela pode fazer. Chorar. Hoje ela só queria chorar, até o dia raiar. Chorar, agachada no quarto, para ninguém notar. Se desmanchar mesmo em lágrimas, para que amanhã ela acorde renovada. Mas isso não vai ser possível. Porque ela chora pouco. Ela já chorou tanto que parece que as lágrimas estão escassas. E tudo que ela queria hoje era poder chorar. Chorar até durmir, chorar até limpar o que tá sujo na alma dela, e que não a deixa aproveitar a felicidade que está batendo na porta dela todos os dias com a chegada do sol. Eu acho que ela não aprendeu a ser feliz. Ela não sabe ser feliz. É isso. Sempre tem que faltar alguma coisa, mesmo que não falte nada. Mesmo que ela tenha "tudo", ela sempre tem um vazio no peito que ela não sabe como ocupar. Ela é triste, não sei se por querer. Mas ela só aprendeu a sofrer. Hoje ela não consegue nem se olhar no espelho. Ela está triste demais para se olhar. Ela não quer ver refletida nos seus olhos, a sua alma negra. Hoje ela não é uma boa companhia para ninguém. Às vezes ela queria sair de si, e quem sabe assim poder olhar o que te falta. Mas ela não pode. Ela tem que se contentar em chorar, para ver se alivia essa falta , que ela não sabe do que, nem de quem, nem de onde vem. Ela só queria saber porque. Porque volta e meia ela sente essa tristeza profunda, que te inunda e faz tão mal. Mas ela não sabe. E nem tem a quem perguntar. Ela vai morrer sem saber. Hoje ela queria morrer, só para saber. Não, ela não quer morrer. Isso não. Isso é trágico. Ruim. Ela não quer pensar nisso. Ela só quer poder durmir, e acordar pela manhã, e pensar (mesmo que não seja verdade) que esse dia não existiu, só foi um pesadelo. Um sonho ruim. E agora ela quer durmir, porque amanhã, ela acredita que vai voltar a sorrir.

*-*

Ela é exigente? ou ele é mesmo um fantoche?

 Ela tem um namorado carinhoso, que não raras vezes lhe faz surpresas, leva café na cama quando dormem juntos, sempre traz algo bom da rua se sai sem ela, mostrando que sempre pensa nela. Ele a beija com amor. Ele está sempre disposto a ouví-la, mesmo que ela precise desabafar sobre uma briguinha com as amigas, ou chorar pelos quilinhos que engordou. Mesmo que ela ligue pra ele às duas da madrugada para falar que está se sentindo sozinha, e contar sobre suas paranóias. Ele sempre está ali. Pronto para escutar. Ele sempre pergunta como ela está, mesmo que se vejam todos os dias, de 2 em 2 horas. E ela sempre diz que não está muito bem, só para ele se interessar, e perguntar o porque, e ela desatar a falar um monte de besteirinhas que a chatearam durante o dia. É, ela gosta de falar. E ele não se importa de escutar. Toda vez que ela conta uma piada, dá inumeros detalhes, chega a perder a graça. Ninguém sorri, mas ele sim. Se ela diz que está cansada, e que não quer vê-lo, ele dorme triste, mas entende. Ele sempre entende. Ele sempre faz o que ela quer.

 Para ele, ela é feliz. Ele a faz feliz. Para todas as mulheres que são próximas do casal, ele é um fofo, um romântico. Todas as amigas a invejam, todas queriam ter um namorado como ele. Ele não reclama das roupas curtas dela, diz sim a tudo que ela pede, nunca discorda, deixa ela sair sozinha.. Todas queriam estar no lugar dela. Menos ela. Ela cansou dele. Ela cansou de só ouvir a voz dele quando é para dar uma resposta positiva a tudo que ela pede. Ela cansou de discutir sozinha. Ela cansou de todas as vezes ele dizer que ela está certa, mesmo que ela saiba que não. Ela cansou da falta de ciúmes dele. Ela cansou de abraçar apertado e beijar os amigos (homens) na rua e ele nem perguntar de quem se trata. Ela quer um namorado. Ela não quer alguém que ela sempre manobre. Ela não quer um fantoche.
Talvez ela não saiba dar valor a ele. Talvez.
Talvez ela não saiba o que quer. Talvez.
Talvez ela só queira sentir que ele a quer. De um jeito diferente. Talvez. 
Eu não sei.

quinta-feira, novembro 25, 2010

ela gosta de sofrer.






É impressionante, a capacidade de querer só os cafajestes! Parece que é atração, imã, aquela coisa de os opostos se atraem, ela é linda, meiga e inteligente, mas quando é pra se apaixonar ela sempre escolhe o errado, é sempre aquele que não vale nada , o que maltrata, que pisa, que é galinha. Aquele que não dá valor, não liga, sai todo dia sozinho, não quer compromisso sério. 
Agora, aquele lindo, fofo, romântico, que liga para ela todos os dias (ela fica torcendo pra ele não ligar mais), que manda mensagens de amor, que diz que a ama, que dá presentes, que diz que pensa nela toda hora, ela acha um chato, um sem graça. Enfim, ela só se interessa pelo o que não presta. 
O coração dela parece que quer tudo o que não pode, o cara que tem namorada, o solteiro convicto, o que só quer levar ela pra cama. É por esses que ela se apaixona, vou te falar viu, como ela pode ser tão burra?! Porque ela gosta de ser enganada? vai ver ela gosta de sofrer.
Vai saber!?

quarta-feira, novembro 24, 2010

Guardarei sempre você.







Ele: Você não me quer mais. Não é?
Ela: Eu cansei de esperar por você. De esperar você me querer.
Ele:  Eu sei que você sofreu. E sei que você acha que foi culpa minha.
Ela: E não foi ?
Ele: Não. Eu nunca te magoaria propositalmente.
Ela: Ah , e foi como? Sem querer? Me poupe!
Ele: Você pode não querer acreditar. Mas no fundo você sabe que se me afastei de você foi para o seu bem. Naquela época eu não seria bom para você.
Ela:  E agora você é?
Ele: Eu sei que você pensa que não. Mas hoje eu sei que eu estou pronto para te merecer. Hoje eu faria tudo por você.
Ela:  Mas se antes você não fez nada pela gente, preferiu fugir, como posso confiar em você agora?
Ele: Por favor, acredite! A gente ainda pode ser feliz.
Ela: Não, eu não quero. O tempo passou, aprendi a viver longe de você.
Ele: Para de ser orgulhosa. Eu sei que você ainda gosta de mim.
Ela: Não é orgulho, eu não gosto mais de você do jeito que eu gostava. Acabou. Ainda gosto de você. Mas não daquele jeito. Tenho carinho por você, você significou muito em minha vida. Mas mesmo que eu gostasse ainda de você como homem, não iria querer sofrer a mesma coisa depois.
Ele: Eu não vou te abandonar novamente. Você tem que acreditar em mim.
Ela: Você já foi embora da minha vida, e eu tive que continuar sem você. E aprendi a viver assim, hoje eu não quero mais sofrer. Desculpa, mas dessa vez você não vai me confundir.
Ele: Você ainda vai acreditar em mim. Eu vou provar que te amo.
Ela: Você pode provar, e eu posso até acreditar. Mas em nada, isso vai mudar. Eu não penso mais em você como alguém para mim. Não penso em mim e em você como NÓS.
Ele: Você me destrói, e parece que gosta. Mas tudo bem, eu acho que mereço. Posso ao menos te dar um beijo?
Ela: Não!
Ele: Calma, é só um beijo na testa. Pra mostar que mesmo que você não me queira, eu ainda te respeito e te quero do meu lado. Hoje e para sempre.
Ela: Eu gosto de você. Você vai ficar em mim por toda vida. Mas somente guardado. Como algo bonito que não era para acontecer. E que vai ser sempre lembrado.
Ele: Eu não queria que fosse assim.
Ela: Não é o que a gente quer que acontece. É só o que Deus acha que a gente merece.
Ele: É , e não há como questionar Deus.
Ela: Não.
Ele: Mas eu vou fazer ele e você mudarem de idéia. (risos)
Ela: Eu duvido. (risos)
Ele: Eu adoro seu sorriso.
Ela: Para com isso.
Ele: Parei. Vou embora. Não consigo ficar perto de você, sem poder te tocar.
Ela: É. Acho melhor você ir.
Ele: Eu vou. Mas te levo aqui (e aponta pro coração)
Ela pensa :  Se não fosse triste, seria bonito. E diz: Guardarei sempre você. Embora não seja como você queira.
Ele: Já é alguma coisa Princesa.
Ela sorri.
Ele vai embora.



terça-feira, novembro 23, 2010

A falta de pedido.


Era meu aniversário e tava todo mundo batendo o parabéns. Bem na minha frente um bolo e duas velas, e eu, por quase nunca comemorar anivérsário, não sabia que horas eu tinha que apagá- las, mas sabia que pela tradição, eu tinha que fazer um pedido, ou dois, ou três, sei lá, até que a vela apagasse, eu acho, mas não sabia o que pedir, eu não tinha o que pedir, não sei porque mas naquele momento eu me sentia completa, não faltava nada pra mim. Eu não tenho tudo que quero, como todas as pessoas normais pensam, mas naquele dia eu não sabia o que pedir, e parecia que a chama dá vela tava querendo me dar chances para que eu me lembrasse de algo que me faltava e eu não conseguia saber o que era. Eu a apagava, e ela acendia, eu apagava, ela acendia. E foi assim por diversas horas. Acho que eu apaguei aquela chama umas 10 vezes. E não conseguia de jeito nenhum pensar no que pedir. Até que me estressei com a pirraça daquela chama, e a apaguei com os dedos, e todo mundo olhou para mim. Acho que ofendi as tradições. Porque desde aquele dia que eu não pedi nada, e cansei de assoprar a vela, só tá dando tudo errado para mim. Eu chorei em todos os meus aniversários, todas as vezes que cantavam os parabéns. Dessa vez eu não chorei. Tinha que ter alguma coisa errada. Eu deveria ter percebido isso logo de "cara". Mas não percebi.
Hoje eu queria pedir. Pedir aos céus, a sei lá quem, para me perdoar pelo o que eu fiz, mas eu não tinha nada para pedir. Apaguei a chama porque acreditava que já tinha tudo ali, na minha frente, na minha vida. Talvez eu estivesse errada. 


Dedo sacana.. Chama de vela safada.. Tâmara ótaria..
A vela não deveria ser apagada e sim assoprada.
Vê se aprende da próxima vez.

pena que agora seja tarde.





Ele chega, dá um beijo no rosto dela e pergunta como ela está. Ela responde e pergunta o mesmo. Ele senta perto dela e diz: agora sim, eu tô bem. Ele presta atenção em tudo o que ela fala. Ele percebe qualquer diferença nela. Ele sabe quando ela tá triste, e se preocupa com isso. Ele não diz que ela é linda ou que gosta dela a todo momento, mas quando ele a olha, ela se sente especial demais. Ele quer saber tudo sobre ela. Ela se sente importante só por isso. Ele nunca foi assim, tão interessado nela. Ele sempre a viu, mas nunca a enxergou. Agora ele a enxerga. Cada detalhe. Cada ruguinha de preocupação. Cada cara fechada de idgnação. Cada sombrancelha arqueada de confusão. Ele a deixa falar. Ele sempre está disposto a escutar. Ele percebe que ela existe. Ela não é mais invisível para ele. Ele sabe o que ela gosta, sem nem mesmo perguntar. 
Mesmo que ela saiba que agora é tarde para ele querer voltar, ela se sente bem, por agora ele a enxergar. Pena que agora seja tarde, para ela o amar.

segunda-feira, novembro 22, 2010

que continuem não acreditando na gente.








Os dois estão conversando e olham para um casal que está a alguns metros deles, e que ambos conhecem.


Ele: Engraçado, um casal que ninguém acreditava que fosse dar certo, tá aí, já deve ter uns 7 a 8 meses.
Ela: É sempre assim, quando ninguém acredita é que dá certo. É o improvável que se faz durar. O que todo mundo acha que vai dar certo não dá.
Ele: É verdade viu?! Você tá certa.
Ela: Por isso que eu não fico triste por ninguém acreditar na gente. Tomara que continuem não acreditando por muito tempo.
Ele: (sorri e a abraça com carinho)

Ele não precisa dizer nada, ela sente que ele quer o mesmo.

não é por acaso.





 É , ele conseguiu conquistar ela, nem é difícil, porque ela é aberta a todas as possibilidades de ser feliz, mas ele tá conseguindo mantê-la interessada, isso é muito difícil, porque qualquer coisa que alguém faça que a deixe triste ou magoada, já a faz olhar torto para a situação, e não querer prosseguir com um relacionamento que ela acredite, que no final só irá trazer sofrimento. Mas ela não consegue perceber isso nele, e nem quer. Ele nunca magoa ela. Isso é bom. E se ele acha que a magoou, pede desculpas e faz ela se sentir tão importante, que ela esquece que um dia isso tudo pode acabar. Ela não quer que isso aconteça, mesmo sabendo que todo fim é inevitável. Ela quer evitar esse fim a qualquer custo. Porque embora ela já tenha passado tanto tempo sem ele, parece que agora ela não consegue mais ficar longe por nenhum segundo sequer. Ela sabe que todo esse sentimento é perigoso. Mas ela quer arriscar. Ela, que é medrosa até o topo do Monte Everest. Ela quer colocar a mão no fogo por esse sentimento, a mão não, o corpo todo. Ela acredita. ela acredita em tudo agora. Ela acredita, principalmente, que se ele tá conseguindo conquistá-la dia após dia, não é por acaso.

quinta-feira, novembro 18, 2010

o mundo deu "aquela" volta.





De tudo o que você já me deu, a melhor coisa foi aquele pé na bunda.
Você nem sabe o quanto eu cresci depois daquele dia, o quanto eu enxerguei tudo o que antes eu não queria ver, mesmo que estivesse em minha cara.
Você me transformou em outra pessoa. E agora acha estranho o meu novo jeito de ser. Se você queria que eu fosse para sempre aquela menininha boba, porque não me deixou em paz?!
Foi você que me transformou no que eu sou hoje. Essa pessoa fria e descrente. E tudo que vem de você para mim, são só mentiras. Eu não acredito em nada que você fala, eu não acredito no seu choro, eu não acredito nesse seu sentimento. Eu não acredito no seu arrependimento.
Todo mundo fala que até um pé na bunda te empurra pra frente, é verdade. Você me empurrou para tão longe, que você ficou no passado, eu fui logo para o presente.
Eu me divirto tanto com suas tentativas frustradas em me provar que você mudou. Eu me divirto, poque você ainda pensa que eu bato palmas para o seu show. Mas se você tá ouvindo umas vaias lá no fundo da arquibancada, não pense ser outra pessoa, sou eu mesma, a própria, que cansou de ser platéia cativa nos seus showzinhos de horror.
Antes quem ria era você, hoje é a minha vez. Todo mundo é palhaço de alguém. Eu fui a sua por tanto tempo. Tinha que chegar o meu momento.
É.. o mundo realmente dá voltas. E eu que acreditava que isso era só uma bobagem que as pessoas queriam que eu acreditasse. Mas no final, era verdade.


"Das habilidades que o mundo sabe, essa ainda é a que faz melhor: Dar voltas.''
           José Saramago

eu prefiro achar, a ter certeza.





- comecei a gostar de você de tal maneira que, não se parece nada com um sentimento pequeno e nem com algo que eu queira que acabe um dia. Dessa vez, eu quero muito que dê certo. E preciso que nunca esfrie esse calor que vive aparecendo em mim, toda vez que você me olha, me toca, ou me beija. Porque assim eu terei certeza que acabou. E eu não quero ter essa certeza. Eu prefiro achar que te terei por muito tempo em minha vida, a ter certeza que vou te perder um dia.

terça-feira, novembro 16, 2010

Invasão!

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Uma só idade para a gente se encontrar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer. Fases douradas em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor.
Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso. Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa.

Mário Quintana

Nesse dia especial as palavras do poeta descrevem perfeitamente o que eu desejo a você, que viva a sua idade, o momento presente, sem pressa, mas com vontade de felicidade.
A verdade é que a sua presença na minha vida é um presente de Deus, hoje é seu dia mas eu é que sou presenteado todos os dias com seu sorriso, seu olhar, suas palavras, enfim com a alegria de estar ao seu lado. Obrigado e que brilhe sempre a felicidade em você. 

Phael Marques



Neste que é o meu dia...


 Quero agradecer a Deus por tudo que tem me permitido ter e ser,
 Por todos que até hoje ele tem me permitido conhecer ;
 Por todos os sonhos realizados,
 Por todos os amigos e amores conquistados ;
 Por todo o sofrimento que passei,
 Por todas as lições que desses sofrimentos tirei ;
 Pela familia que ele me deu,
 Pela familia que ele colocou em meu caminho:
 Aqueles que eu chamo de amigos ;
 Por todas as minhas conquistas,
 Sejam elas pessoais ou profissionais.
 Enfim, por estar sempre comigo, e nunca me deixar andar sozinha.
 Por me livrar de todo mal, e continuar me abençoando, mesmo que às vez eu nem ache que mereça tantas bençãos.
 Por me conhecer mais que a mim mesma, e por me amar assim mesmo.
 Por ser meu pai e meu amigo,
 Por me dar sinais de sua presença em minha vida.
 Por me fazer sentir todos os dias que sou especial,
 Por ter me dado sempre não o que eu pedia, mas o que eu merecia.
 Por ter me dado a vida.




Há exatos 22 anos eu nasciia,
Obrg meu Deus , por tudo que o senhor me faz ser a cada dia.
  

sábado, novembro 13, 2010

-

Estou cansada de que todas as coisas, quando são pra mim, são mais difíceis. Sabia que isso é quase bullying? Odeio quando as coisas não saem do jeito que eu quero na hora que eu quero. E ainda tenho que aguentar as pessoas dizendo que ainda não chegou a "hora certa". Que porre. Quer saber? Foda-se.







ps: nn fui eu que escrevi, mas achei a minha cara hoje' hauahuahs'




sexta-feira, novembro 12, 2010

termine antes que acabe.

  


  Quando terminar um relacionamento, que seja para sempre, não fique terminando e voltando, naquela coisa iô-iô, um vai e volta danado. Se acha que não dá mais certo, converse. Se não resolver, dê um tempo, mas não fique dando tempo sempre que brigarem, se desintenderem. Não vale a pena ficar terminando toda hora, o relacionamento desgasta, perde totalmente a graça.
  Quando você namora alguém e gosta tanto dessa pessoa, é melhor terminar antes que tudo vá degringolando, e não reste nem um pingo de carinho ou respeito entre vocês que se amaram tanto. Aí começa aquela troca de ofensas, aquela coisa chata de te odeio pra lá, você não me fez feliz pra cá. Aquela cobrança.
  Termine antes que acabe. Quando você perceber que não está mais dando certo e que você já está começando a se interessar por outras coisas, outras pessoas, é melhor acabar o relacionamento. Quando você começar a ver que o outro já não se importa mais com você, que a vontade de ficar juntos não é tão grande, é hora de cada um ir para o seu canto. Assim quando você for contar a alguém que você está solteira, e a pessoa perguntar porque terminou, você pode dizer que acabou porque não estava dando certo, e que vocês se gostam tanto que prefiriram terminar, porque perceberam que não deveriam ficar mais juntos, porque perceberam que não foram feitos um para o outro, mas que mesmo assim, vocês se fizeram felizes durante o tempo que ficaram juntos. E ainda vai poder dizer, que hoje vocês ainda são amigos, porque souberam enxergar o fim antes que ele acontecesse e acabasse com tudo o que vocês construiram juntos.





quarta-feira, novembro 10, 2010

Mais que irmãs.







   Porque ela é minha cúmplice, minha amiga, minha irmã, meu cupido. Porque a gente se conhece desde que o mundo é mundo. A gente até já estudou junto. Era ela que me ajudava a passar de ano. Era ela que me dava aula de recuperação. Era nos abraços dela que eu encontrava uma saída para os meus probleminhas.
   Como diz o marido dela:  a gente viu Jesus cristo ser crucificado, o amor nascer e ser assassinado, as bruxas pegando fogo pra pagarem seus pecados, Moisés cruzar o mar vermelho, Maomé cair na terra de joelhos, Pedro negar Cristo por três vezes diante do espelho ♪) .

Eu não vi isso tudo não, mas posso afirmar que já tem tanto tempo que a gente se conhece, que se eu acreditasse em espiritismo diria que vem de outras encarnações, porque é amor demais. É tanto amor, que ela vai na minha casa e é só ela virar as costas e eu já tô com saudade. A gente se vê todo dia, mesmo assim liga uma pra outra toda hora, e ainda fica até madrugada no msn, falando besteira, ou coisa séria. Sempre tem assunto. A gente já até se desentendeu por msn, porque ela me fala as coisas que eu devo fazer e eu com a minha teimosia fico dizendo que não, mas no fundo eu sei que ela sempre vai querer me ver feliz, e acabo concordando com o que ela fala. Uma parcela bem grande, da minha felicidade hoje, eu devo a ela. Porque é ela que consegue ver que as pessoas que me querem bem, estão bem perto de mim, e eu burra não consigo perceber. É ela que me faz perder o medo de viver. É ela que conhece todos os meus medos, meu defeitos, e que mesmo assim, só consegue enumerar as minhas qualidades, mesmo que nem eu as veja. É ela que me ama, mesmo eu sendo insulportavelmente paranóica. É ela que me dá bronca quando eu estou errada. É ela que me faz ver meus erros com lente de aumento, para mostrar que se eu erro, é só por medo de tentar. Eu tenho um medo danado de viver. Mas quando eu estou com ela, é como se eu não tivesse nenhum problema, é como se minha vida fosse perfeita.
   Eu amo tanto ela, que só de imaginar em perder a amizade dela, eu já fico triste. Tenho tanto medo de perder o que a gente construiu. Tanto medo de não poder olhar para ela. De não sorrir o sorriso dela. De não defender ela da chatice do marido dela. Eu tenho tanto medo de ficar sem ela e não conseguir viver mais sozinha. Eu não sei viver sem ela. Eu nem sei viver, se ela não estiver perto de mim. Eu só respiro. Eu só existo, sem ela aqui. Ela é uma parte de mim. A melhor parte. A mais otimista, a mais alegre, a mais mais.. a mais tudo que é bom. 
   É ela.
   É ela que faz dos meus dias, muito mais do que extensas 24 horas. É ela que me grita na minha casa, só para me mandar um beijo, quando eu apareço na sacada. É ela. Só ela. Só ela que me faz ser aquela. Aquela pessoa feliz. Aquela pessoa sem receio de sofrer. Aquela que só por causa dela, está aprendendo a viver.
   Eu a amo tanto, que talvez ela nem saiba o quanto. E talvez eu também nunca saiba explicar, nem demonstrar. Mas eu sei que ela sempre saberá, que comigo ela pode contar, que no meu ombro ela pode chorar, e que nossa amizade é daquela de se eternizar.


terça-feira, novembro 09, 2010

Minha amiga-irmã.

  




  Eu te detestava.
  Você era brega, esquisita e esnobava meu melhor amigo. Você era um porre e eu adorava te perturbar. Mas como eu era amiga do seu irmão, um dia passei um tempo em sua casa, e pude conhecê-la melhor, e pude ver que você no final, era alguém legal, que não gostava do meu amigo, mas eu não podia fazer nada em relação a isso. Eu não estava ali para te cobrar nada. 
   A partir daquele dia nos tornamos cada vez mais próximas, e até hoje somos amigas. 5 anos já. Passa tão rápido. Nem parece que um dia você não me suportava, e eu te detestava. Ficamos tão próximas, que não a considero só uma amiga, mas uma irmã. Uma irmã que eu sempre quis ter. Alguém que me ouve, que me suporta nos meus dias de tédio, e olha que nem eu consigo me suportar nesses dias. Alguém que conhece todos os meus defeitos e gosta de mim assim mesmo. Alguém que me culpa por tudo que acontece de bom ou de ruim em sua vida, porque amigo é para isso também, para ser culpado de nos permitir fazer besteiras.
  Estar com você me faz bem demais. Se eu estiver triste, é você que me alegra com suas besteiras, com suas palhaçadas. Eu faço você pagar tanto mico, e nem por isso você fica com raiva. É você que acredita mais em mim do que eu mesma. Sem você a minha vida não teria sentido. O destino talvez tenha nos feito amigas, mas o nosso coração, diz que somos quase irmãs.
  Você é daquelas que eu nunca vou esquecer. Alguém que eu não quero perder. Alguém que não permite que eu tenha sentimentos ruins. Alguém que me faz muito feliz. 
   Obrigada por ter me acolhido com carinho quando eu te procurei para desabafar minhas dores. Por me dar a certeza de que sempre que eu precisar, você estará do meu lado. Por ser essa pessoa maravilhosa que me escuta e me entende, mesmo quando eu mesma não me entendo. Por apontar meus erros, e me ajudar a fazer as coisas certas. Por expressar suas opiniões mais sinceras, mesmo que eu não queira ouvir. Mesmo quando eu acho que mesmo errada, eu estou certa. Por me perdoar, se alguma vez te magoei. Por ser minha amiga apesar de tudo.
   Obrigada por tudo. E eu por não saber retribuir o bem que me faz, abro meu coração e digo:  
   - eu te amo!

Espero que isso seja o suficiente, para que você saiba que eu estarei aqui sempre que você precisar.







O olhar.


  Eu simplesmente não precisava ter visto você ontem, não mesmo, eu estava naquela boa fase de não ver, e tentar não sofrer e achar que estava conseguindo esquecer. Seu rosto já não me era tão familiar. Como disse Paulo Coelho: " ausências causam esquecimentos". E eu estava quase esquecendo seus trejeitos, até que ontem eu vi você. Porque eu tive que te ver ? Talvez minha cidade não seja tão grande quanto eu imaginava, e talvez você não viva no mundinho fechado que eu esperava, talvez você ande por outros caminhos afinal. Os meus caminhos. Mas porque ontem ? Se realmente não existem coincidências, se tudo está escrito, e nossa história nunca teve ou terá futuro, porque eu te vi ontem ? Ontem, quando eu estava começando a tomar um rumo diferente na minha vida. Ontem, quando eu estava decidida a esquecer de você para sempre. Porque ontem? Meu Deus, eu poderia te ver qualquer dia, menos ontem. Que inferno! Porque isso teve que acontecer? Porque?  Na verdade eu nem queria mais te ver, depois de tudo que aconteceu entre a gente, eu só queria te esquecer, mas quando vi você, tive certeza que isso não será tão fácil quanto imaginava.
  O engraçado é que depois que te vi, naquele instante, uma coisa interessante aconteceu, todas as nossas lembranças passaram em minha cabeça como um flash back, mas hoje, eu percebi que tinha perdido todas as lembranças, e só ficou aquela de ontem, você me olhando nos olhos, quando a gente se cruzou no sinal de trânsito. Como se fosse a primeira vez que eu te vi, como se aquele olhar tivesse penetrado no meu, de tal maneira, que não consigo fechar os olhos sem voltar àquela cena.
  Como se fosse programado, como uma cena de tv, onde o diretor grita "ação!" e começamos a gravar, sem nunca termos nos visto. E antes do início, ficamos estáticos, esperando a indicação do diretor para seguirmos adiante, sem nem saber onde paramos no capítulo anterior, como se toda memória fosse apagada, como se nada antes tivesse existido, como se nós estivessemos gravando nossa primeira cena juntos, e o diretor já percebesse a química que nós dois teríamos... Foi como se aquele olhar fosse o último capítulo de sábado e só houvesse a continuação na segunda e todo mundo ficasse esperando ansioso para a segunda chegar logo para ver qual a continuação da cena, e na hora da novela, todo mundo na frente da tv, percebesse que depois daquele olhar, daquele mágico e penetrante olhar, nós dois íamos embora, cada um pro seu canto, mexidos, mas sem conseguir ter nenhuma reação. Com aquele olhar para sempre no pensamento, e só. Finito. E todo mundo começa a se interessar pela novela, para saber se um dia aqueles atores ainda vão se encontrar, e continuar de onde pararam, daquele olhar. 
  Os dois atores, que não sabem de nada, nem sabem se se encontrarão novamente, se perguntam: Será que haverá outro capítulo, na história das nossas vidas? E se houver, onde começará o nosso outro capítulo? E aquele olhar, se não houver o novo capítulo, eu conseguirei esquecer?
  E ficam as dúvidas, nenhuma certeza, como sempre, e para sempre.

segunda-feira, novembro 08, 2010

A promessa.






Ele: vou fazer de você, a mulher mais feliz do mundo, viu ?!
Ela: olha que vou cobrar essa promessa ! (risos)
Ele: vou te fazer tão feliz, que você nem vai lembrar de me cobrar essa promessa. 




P.S:  Por mais bobo que possa parecer, isso me fez ficar o dia todo pensando em você.

          


domingo, novembro 07, 2010

23 dias com ele.







  É bom demais olhar alguém nos olhos e perceber que essa pessoa também te olha nos olhos, sem receio de nada, não há nada a esconder, só a mostar. Mostrar que te quer perto, se não for para sempre, que seja por muito tempo. Alguém que se importa com você. Alguém que te respeita, que te beija com mais carinho que desejo. Alguém que quer só estar perto, mesmo que não aconteça nada. Alguém que não força nada. Alguém que assim como você não consegue dormir se há um desentendimento entre vocês, por menor que esse desentendimento seja, a preocupação dele é talvez maior que a sua, em consertar tudo. Alguém que te quer com todos os seus problemas, mesmo que sejam os mais loucos. Mesmo que você seja o ser humano mais paranóico do mundo, é com você que ele quer ficar. É você que ele se preocupa em não magoar, mesmo que você saia distribuindo patadas nele todo o tempo. Mesmo que você tenha as brincadeiras mais idiotas, ele nunca consegue ficar com raiva. Mesmo que você seja uma tremenda idiota, foi você que ele escolheu. É com você que ele sonha a noite. É você que ele quer ver todos os dias. É para você, e só para você, que ele manda mensagens todos os dias. Mesmo que seja só para desejar bom dia. E você gosta tanto dele que tem medo de perdê-lo, mesmo sabendo que você não o tem, que ele não é propriedade sua. E quando ele toca em você, arrepia o teu corpo inteiro. Mesmo que ele te toque só na sua mão, seu coração gela que nem picolé. E quando ele te beija no rosto, não é só na buchecha, é no rosto todo. O que te faz rir e pensar, que nada no mundo te faria mais feliz do que estar com ele, do que olhar para ele, do que ser dele.
   É para você que ele diz as coisas mais simples e lindas. E é com ele que você se sente a pessoa mais sortuda do mundo.

Momento egoísta.






   Já que para a minha pessoa, a vida é complicada e é quase impossível amar e ser amada, gostaria de saber se é melhor amar e não ser amada.. Ou não amar e ser amada.?!
  Quando você ama e não é amada você sofre horrores, porque gostar sozinho é horrível.
  Quando você não ama e é amada, você não sofre, mas faz o outro sofrer, porque gostar sozinho é horrível para qualquer pessoa, não só para você.
  A questão é : é melhor fazer o outro sofrer (sendo que o outro só sofre se descobrir que você não o ama, mas se você souber fingir bem, o outro nunca descobrirá e viverá feliz para sempre), ou sofrer você (que sabe e sempre saberá que o outro não te ama, e talvez isso nunca mude, e você vai ficar ali para sempre, recebendo migalhas de atenção e tendo que se contentar com o pouco).
  Não sei se é egoísmo da minha parte, ou se aprendi com a vida a pensar em mim antes e depois de todo mundo, mas acho melhor nn sofrer, e tentar não fazer o outro sofrer. Não amando e sendo amada. Porque eu já amei tanto e nunca valeu a pena.
   Tô querendo tomar as rédeas da minha vida, não quero mais meu coração tomando conta das minhas decisões. Cansei. Ele só me faz sofrer.
   É , talvez hoje eu esteja bastante egoísta. Desculpa, talvez amanhã eu acorde denovo aquela que pensa primeiro sempre nos outros. Ou não. Vamos ver.

sábado, novembro 06, 2010

Eu não preciso ouvir eu te amo..




   Eu preciso de demonstrações de amor.
   Falar eu te amo todo mundo pode, até meu urso, e ele nem tem sentimentos. Tá, eu acho que eu fui cruel com ele, ele tem mais sentimentos que você. E isso eu aposto.
  Se eu precisasse ouvir 'eu tt amo'  toda hora, apertaria meu ursinho de pelúcia. Ele diz e eu nem preciso retribuir. E se eu quiser que ele repita, ele repete quantas vezes eu quiser. E se ele parar de falar e eu estiver precisando ouvir, eu troco a pilha. Mais simples que isso não há.
  É tão absurdo como você acha que sempre vai sair ganhando,  mas sinto muito dizer, mas não há nada que você possa fazer pra virar esse jogo agora. Eu finalmente comecei a ganhar essa partida. Você sempre achou que o mundo girava em torno de você, mas agora verá mais claro do que nunca, que isso não é verdade.
  Eu olho para você, e só vejo você caindo, cada vez mais fundo, e pedindo minha ajuda, mas eu soltei as suas mãos, porque eu não quero mais ajudar você a me fazer sofrer. Foi você que me tirou do lugar, que eu não voltarei a estar, e eu podia apostar, que você sentiria falta de tudo o que fui e que você nada valorizou. Mas não podia imaginar, nem no meu melhor sonho que você ia se humilhar tanto, e que no final eu iria até gostar. Eu não estou sendo cruel com você e nem sendo vingativa, não há mais mágoas, mas é sempre bom ver como o mundo deu voltas e hoje é você que está implorando meu amor.
  Só queria que você não me ligasse mais, faça-me esse favor. Eu não preciso do seu amor. Eu não preciso que você diga que me ama. Perdeu sua chance. Acabou. 
  Eu não preciso mesmo ouvir eu te amo. Muito menos de você.

sexta-feira, novembro 05, 2010

você ainda vai me amar amanhã?




Sem planos. Sem promessas. É melhor assim.

A gente não sabe nem se vai acordar amanhã. Imagina saber se vai continuar amando alguém..
Não tem como dar essa certeza. A vida é tão incerta, para a gente ficar procurando respostas para tudo.
Sem planos. Sem promessas. É melhor assim.
Você vai curtindo cada momento, não como se fosse o último, mas como único que é, porque nada se repete, e não dá para recuperar o que se perdeu.
Sem planos. Sem promessas. É melhor assim.
Não há sofrimentos tão grandes, quando não há promessas mirabolantes.
Ninguém cria expectativas em torno daquilo que não existiu.
Sentir, é melhor que dar nomes aos sentimentos.
Deixar rolar, é o melhor que há para se fazer.
Se você promete que vai ser para sempre, e amanhã ou depois, muda de ídeia, não vai ser possível o outro te perdoar.
Sem planos. Sem promessas. É melhor assim.
Deixa fluir. E vamos ver no que vai dar.
Sem planos. Sem promessas. Vamos nos aproveitar.
Aquilo que tiver que ser será.


So crazy is this thing we call love




Quando você ama alguém, você quer estar ao lado dessa pessoa sempre. Correto?
Mas tem gente que não gosta de passar tanto tempo junto , porque ter saudade é bom para todo relacionamento. Qem entende?!
Quando você ama alguém, você sente ciúme. Correto?
Mas tem gente que diz que ciúme é sinônimo de insegurança. Vai entender!
Quando você ama alguém, você muda para se adaptar aos gostos da pessoa e quer que a pessoa mude para se adaptar a você. Correto?
Mas tem gente que acha que quando você realmente ama alguém, você tem que amar a pessoa do jeito que ela é, sem tirar nem pôr. Como assim?!
Quando você ama alguém, pensa nessa pessoa a todo momento. Correto?
Mas tem gente que acha que isso é bobagem. Haan?!
Quando você ama alguém, você acredita que se não for ficar com essa pessoa você não será feliz. Correto?
Mas tem gente que diz que isso não é amor, é obcessão. Eu não entendo!
Quando você ama alguém,  essa pessoa é para você a pessoa mais importante do mundo. Correto?
Mas tem gente que diz que isso é carência e não amor.  Cada vez me confundo mais.
Quando você ama alguém, você  tem certeza que daria sua própria vida por essa pessoa. Correto?
Mas tem gente que diz que isso é um absurdo. Só se dá a vida no lugar de mãe e pai, ninguém mais.  
O que será que é amor mesmo?!
Eu não sei.

Que coisa louca isso que chamam de amor.
Ninguém compreende , ninguém explica. Mas tanta gente sente.

quinta-feira, novembro 04, 2010

Hoje eu acordei assim.







Hoje eu acordei como aquela musica:

Por isso hoje eu acordei
Com uma vontade danada
De mandar flores ao delegado
De bater na porta do vizinho
E desejar bom dia
De beijar o português
Da padaria...  (♪





  Eu tô tão feliz que tô com vontade de gritar minha felicidade por aí, mas me reprimo, porque dizem que a inveja tem sono leve, e é verdade. Não que eu esteja conseguindo guardar a minha felicidade assim, só pra mim. Não mesmo. Mas não vou espalhar por aí. Quem me conhece saberá que eu tô feliz, e espero que fiquem felizes também, porque a vida é bela, e eu hoje tô conseguindo ver isso muito bem. Não sei se é o brilho nos meus olhos, mas eu tô vendo tudo cada vez mais vibrante. Tudo diferente. Acho que até eu tô diferente. 
  Hoje até o carinha da mercearia notou minha alegria. Todo mundo tá me perguntando o que aconteceu. E eu só respondo: Nada! Mas ninguém acredita em mim. Consigo ouvir os pensamentos das pessoas se perguntando, o que houve com ela, nunca a vi tão radiante? Ah, aí me dá uma louca vontade de rir, de rir de tudo. Do cachorro que passa e faz xixi no carro do vizinho, marcando um território que não é dele. Tô com vontade de rir até para aquelas pessoas que me detestam e dizer: Caraca, eu tô feliz e você? 
  Hoje eu estou rindo de uma mosca que pousou no copo do meu café. Hoje eu estou rindo até do que me enfurecia ontem. Hoje eu estou rindo do que me faria dizer que eu perdi meu dia. Hoje até o que eu detesto ver, vai me fazer rir. Hoje eu tô que nem criança, que não sabe o porque, mas vive rindo. Hoje eu estou achando tudo muito lindo. 
  Hoje eu estou como uma criança que é filha de uma das minhas vizinhas, olhando para tudo, com um brilho estranho e absurdo nos olhos, daqueles brilhos que ninguém nunca vê, só em olho de criança, e dizendo: 
- Que lindo!
Ah, eu tô feliz , e não me pergunte porque , eu não saberei responder. 
Só posso dizer que hoje eu acordei assim .

Ninguém pode interferir na sua felicidade.





Ninguém , por mais importante que seja em sua vida, pode dizer o que é melhor para você, a não ser você mesmo.
Ninguém melhor que você para saber o que te faz feliz.
Não deixe que ninguém dite como deve ser sua vida. Ninguém tem esse direito.
Eu sei que muitas vezes nossa família interfere em nossas vidas, querendo sempre o nosso bem, mas quem vive pelo o que os outros querem, não vive. Apenas existe. Fica ali, sendo coadjuvante da própria vida. Se a vida é nossa, é nosso o papel principal.
Quem vive fazendo só o que os outros querem, não aprende nada sozinho. E é sozinho que se aprende tudo.
Se alguém diz que não acha que seu(ua) namorado(a) não é pra você, que ele(a) só vai te fazer sofrer, pode até estar certo, mas se você não tentar, você não vai saber. E vai ficar com aquele "SE" interminável e insistente na cabeça, só perturbando sua vida.. Vai ficar para sempre ali, pensando : E se eu não tivesse desistido? , E se fulano estivesse errado ? E see..?
Ninguém merece viver só imaginando e pensando que seria de outra forma se você seguisse sua própria vontade. Talvez não fosse diferente se você não desistisse, mas quem tem que saber isso é você. Quem tem que quebrar a cara, se for isso que é pra acontecer, é você. Ninguém aprende com os erros dos outros, só com os próprios. A pessoa pode até ficar mais safa, mais esperta, pode até saber identificar melhor aquilo que presta, mas aprender mesmo, evoluir, amadurecer, crescer internamente, só com os erros que ela mesmo cometer.
Quem vive sua vida é você, porque permitir que os outros ditem as regras e o que deve acontecer?
Isso não tem porque.
Quem melhor que você, pra saber como sua vida dever ser?
NINGUÉM.
Lembre-se: no jogo da vida, você deve ser o jogador, e não a peça.

terça-feira, novembro 02, 2010

A preta & o amarelo.


Nunca pensei que encontraria pessoas tão maravilhosas em minha vida.

Ela, é daquelas que você conversa tudo, e ela consegue te acompanhar em qualquer assunto, mesmo se ela estiver ocupada, ela consegue prestar atenção no que você está dizendo. Ela é a verdadeira mulher, tem todos os sentidos aguçados. Tem uma maturidade impressionante e tem apenas 18 anos, (só pra explicar que maturidade não tem mesmo nada a ver com idade),  ela é novinha e sabe mais da vida do que eu. Se é pra falar besteira, ela também sabe ser a mais engraçada de todas. Encontrei minha outra metade feminina, porque quando eu tô para baixo, é ela que me anima. Em pouco tempo de convivência ela já conhece todas as minhas manhas. Ela é perceptiva, observadora, inteligente. Não há quem não queira estar com ela. Ela não é pra mim, apenas uma colega, ela é uma amiga que eu quero levar para o resto da minha vida.
Tinha uma "preta" no meio do meu caminho, e se depender de mim, ela continuará nele por muito tempo.

Ele, é daqueles avoados, que só vivem no mundo da lua, mas quando eu abro a boca pra falar alguma coisa, mesmo que seja a pior besteira, ele sempre presta atenção em mim. Ele é daqueles que em pouco tempo conseguiu conquistar minha amizade e confiança. Ele me dá conselhos , eu dou conselhos a ele. A gente se entende sempre. Ele às vezes esquece de mim, mas eu não consigo ficar com raiva dele. Enquanto a maioria vê nele um ogro, eu vejo nele um príncipe. É certo que ele precisa de alguns ajustes, mas nada que não dê pra consertar em 4 anos. Eu acho.
Ele é uma pessoa que eu sei que posso contar sempre. Espero que nossa amizade seja eterna e que nada consiga abalar esse sentimento tão bom que eu tenho por ele, e espero que ele tenha por mim. 
"Eu gosto de estar com ele, ele gosta de estar comigo. Isso basta." Ser amigo , é ser assim, não saber explicar o que se sente, mas sentir com extrema profundidade.

Eles são assim, especiais demais para mim.
Assim, assim..
Sem explicação, sem definição. Eles estarão para sempre em meu coração.

Não vale a pena.






Se você gosta de alguém, você pode fazer tudo para que a outra pessoa perceba o seu sentimento, mas correr  atrás não vale a pena.
Não vale a pena sofrer por quem não gosta de você.
Não vale a pena sofrer. Em todos os sentidos da palavra.
Quando alguém gosta de você essa pessoa quer estar ao seu lado, talvez menos que você, ou até mais, mas essa pessoa vai querer estar ao seu lado, mais do que muita coisa que ela goste de fazer, é em você que ela vai pensar a todo momento, vai ligar só para ouvir a sua voz, vai bater na sua porta, vai querer te ver toda hora, se não for assim não vale a pena.
Não vale a pena gostar de alguém que com toda tecnologia atual, inventa que não conseguiu te ligar, te mandar mensagens, nem para saber como você estar.
Não vale a pena acreditar em alguém, que diz que estava com saudades de você, mas sabendo onde fica sua casa, nunca foi te visitar.
Não vale a pena estar com alguém que só te quer quando não acha nada melhor para fazer.
Não vale a pena ficar com alguém que diz que te ama, mas não faz nenhum esforço para demonstrar isso.
Não vale a pena esperar por ninguém, porque quem gosta não faz o outro esperar.
Não vale a pena ficar com alguém sem gostar, só para não ficar sozinha.
Não vale a pena ficar com alguém que não gosta de você, só porque você gosta. O sentimento tem que ser recíproco para que o relacionamento dê certo.
Não vale a pena doar sem receber nada em troca. Às vezes você fica tentando um relacionamento com alguém que não tem como dar certo. Vive sofrendo, chorando, e uma pessoa que gosta de você, está ali do seu lado, e você não vê.
Não vale a pena gastar todas as suas energias chorando. Chorar não adianta de nada. Só nos faz soluçar e ficar fracos.
Não vale a pena ficar com alguém que diz que gosta de você, mas não larga a namorada.
Não vale a pena querer morrer porque alguém que você gostar não quer ficar com você. O mundo está cheio de pessoas que te amam e você não consegue perceber.
Não vale a pena ficar com alguém que você sabe que não quer nada sério com você, a não ser que você queira o mesmo.
Não vale a pena esperar nada de ninguém, as pessoas são diferentes, e talvez ninguém consiga ser como você quer que a pessoa seja.
Não vale a pena criar expectativas, nem fazer promessas, nem planos.. O que vale a pena é curtir o momento, antes que ele passe e você o perca, por ficar ali, só pensando num futuro que talvez nem chegue.
Se você sabe que um amor não vale a pena, não tente, esqueça!
Um último conselho:
Não vale a pena amar alguém, mais que a si mesmo. O amor próprio sempre vale a pena, nos impede de fazer besteiras, e o melhor , não tem concorrência.

segunda-feira, novembro 01, 2010

você pode?


PS: nada de textos hoje, tô muito cansada , peço desculpa a todos que vem me visitar.
Até tenho textos, mas tô meio sem tempo pra passar pro PC. 
Mais  uma vez peço desculpas.