sexta-feira, janeiro 07, 2011

Começando o ano.



   E mais um Reveillon eu passo em casa, já até tinha me acostumado a passar a passagem de ano na praia, mas dessa vez não deu. E eu acabei ficando em casa, como algumas vezes já fiquei, e detestei. E claro que pensei que esse ano não seria diferente, estava escrito que seria como todos os outros, um saco.
   Pense num deserto.. Pensou? Aqui na cidade onde eu moro ainda estava mais vazia que o deserto do Saara.
   Foi passando o tempo e o meu tédio foi chegando, abrindo a porta da minha casa, e me fazendo companhia. Uma companhia nada bem vinda diga-se de passagem, mas uma companhia que eu sabia que viria. E que seria a única a estar comigo nesse dia 31 de Dezembro.
   Até que ele chegou, se sentou no sofá da minha casa e não falou nada, apenas sorriu e enxotou a minha tristeza com uma vassoura piassaba com cerdas bem grossas. Expulsou aquele tédio todo e me trouxe um pouco de alegria. Ficamos conversando a noite toda. Até que nós resolvemos que deveriamos ir para a praia assim que amanhecesse. Ele decide que vai para casa durmir um pouco para acordar mais disposto. Okay! Afinal, eu não quero ir a praia com alguém que vá durmir na areia, e deixar se levar pela maré.
   Vou pela manhã na casa dele e ele está tomando banho, eu entro e me alojo no sofá, e acabo durmindo. Ele disse que tentou me acordar, mas não conseguiu. Acaba se deitando ao meu lado. E acabamos perdendo a praia, e ganhamos nós dois abraçados no sofá da sala, durmindo como duas crianças, sem malícia, sem desejo, sem beijo, só carinho. Tem jeito melhor de começar o ano? Pode até ter, mas eu acredito que o meu foi bem melhor do que eu imaginava, e isso já o torna extremamente interessante.

3 comentários:

naii ferreira disse...

se todos os primeiros dia do ano fossem assim, seria tão maravilhoso, dispensaria até as tão esperadas queimas de fogos.

Lêh Dantas disse...

adoreeiii *-*
concordo com o comentario a cima rs
beiijos :*

tamii macedo disse...

Nai: se todos os primeiros dia do ano fossem assim, seria tão maravilhoso²
Lêh: *-*

Postar um comentário