quarta-feira, janeiro 05, 2011

a menina e os leões.





   Tudo sobre mim: o meu comportamento, a minha personalidade, as minhas manias, as minhas roupas, as minhas tatuagens; cada centrimetro de mim, da cabeça aos pés, dos pés à cabeça, é objeto de fofocas e mentiras. Sou constantemente jogada na jaula de leões famintos, e eu nem diria metaforicamente, os leões são realmente de verdade. 
   Segundo a bíblia eu deveria dar a outra face, e eu estou dando, e é como se eu tivesse milhões de outras faces, que doem cada vez mais a cada tapa dado. Mas segundo as autoridades definidas, eu devia sorrir e aguentar. E eu continuo aguentando. O que posso fazer afinal? Me estressar, gritar, brigar? Não, isso não valeria a pena. Eu só iria perder energia, e eu estou me poupando, porque mesmo que eu enfrente esses leões, e até derrube alguns, sempre aparecerão outros. Então, vou continuar assim, do jeito que estou, quem sabe um dia eles encontrem outra presa para devorar. Assim eu espero. É essa fé que me faz seguir adiante, mesmo que queiram me parar, me encostar numa parede, e me arrancar as tripas.

2 comentários:

Lêh Dantas disse...

Gosteeii vey ;D

boa noite!

tamii macedo disse...

:D
Bom diaa!

Postar um comentário