sábado, dezembro 04, 2010

é bonito, porque só existe dentro deles.



Eles se falam praticamente todos os dias. Quando ela entra no msn, ela já procura por ele. Quando ele não está, ela fica triste. Ela adora conversar com ele. Eles são tão bobos. Falam tanta besteira. Já até se casaram por msn. Eles são muito bobos. Eles conversam sobre tudo. Ele conta a ela sobre as namoradas e ficantes, e até sobre as ex que querem voltar. Ela também conta tudo a ele. Quando ela o vê, sente um friozinho na barriga. Ele já disse isso a ela também. Ela o ama. Ele a ama. E eles sentem. Mas não ficam juntos. Eles são apenas amigos. Embora pudesse ser algo mais. Ele a faz sentir a única pessoa no mundo. Ela gosta disso. Ele se importa com ela. Ele a olha de um jeito diferente. Ele fala o nome dela, num tom que ninguém mais fala. Ela fala dele sempre. Ela queria ficar com ele. Mas muitas coisas racionais a impedem. E ela é muito racional. Mas tudo entre eles, é tão especial. Eles sentem a falta um do outro, mesmo que se vejam sempre. Eles se querem perto. Eles sentem tanta saudade. Ela o chama de um apelido carinhoso. E detesta que outras o chamem desse apelido. Afinal, foi ela que criou. É dela essa patente. E ela sente muito ciúmes quando alguém faz uso dele, sem autorização. Quem dera ela pudesse processá-las. 
Eles se beijaram apenas uma vez, e foi bom. Embora tenha sido estranho, afinal eles são tão amigos, ela gostaria de repetir. Só para poder sentir ele bem perto dela, sentir seu perfume, enfim. Ela sente um aperto no peito só em ver ele com alguém. Mesmo que eles só tenha de concreto uma amizade. E planos para o futuro. Eles fazem tantos planos juntos. Desde casar, a morar fora do país. Ele gosta dela desde que eram criancinhas. Ela talvez sinta essa coisa, que ela não sabe explicar, desde a primeira vez que soube que ele gostava dela. O amor deles é sublime. Nunca esperou nada em troca. Mesmo não estando juntos, eles desejam sempre que a felicidade esteja com eles. O amor é mútuo, recíproco. Quase do mesmo tanto. Sempre alguém gosta mais. Mas no caso deles. Eles não sabem quem é. E nem se preocupam com isso. O amor que eles sentem é tão bonito. Tão bonito que não sente a necessidade de se mostrar. Eles sabem. Esse amor só existe dentro deles, e é isso que o torna tão bonito. A despreocupação em querer mostrar. A despreocupação em se tornar real. É bonito demais o amor deles, porque só existe ali, dentro de cada um. E não vê necessidade de adquirir forma. Se acontecer, bom. Se não, é bom também. Tudo que fica dentro da gente é sentido com mais profundidade e verdade. O amor deles é verdadeiro, porque é imperfeito. Imperfeito, por não existir para os outros. Só para eles. É o que o torna cada vez mais bonito. A sua imperfeição. O amor deles, habita no mundo dos sonhos de ambos. Tudo que o rodeia é fantasia. Por isso é tão mágico. Porque só pode ser sentido, mesmo que nunca exista de forma concreta. Ela o ama de uma forma tão pura, que só quer que ele seja feliz, não importa com quem.


É como diz aquela música:
"Eu gosto tanto de você, que até prefiro esconder, deixo assim ficar, subentendido.
Como uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor obrigação de acontecer.
Eu acho tão bonito isso de ser abstrato baby " (♪

3 comentários:

Ana Feitosa disse...

Oi, deixei um selinho pra voce no meu blog, ok

Léo ;* disse...

aaaaaaaaah , eeeu leeio ee releeio smp' ç.ç
amoo voos' ♥

tamii macedo disse...

Ah, meu amor, te amo de verdade'
FOREVER (♥

Postar um comentário