sexta-feira, dezembro 24, 2010

O natal dos dias atuais.




   É natal e embora seja esperado um espírito de bondade, solidariedade e amor, isso não acontece. Ninguém doa nada a ninguém, ninguém pensa em ninguém, ninguém ama com mais intensidade ninguém, só porque é natal. O espírito natalino está em extinção. O único espírito que impera nos dias atuais, é o espírito consumista. O natal nada mais é que um novo motivo para fazer compras. Não existe mais aquela tradição de passar o natal com a família toda reunida, é muito difícil ver isso. Ao invés de estarem presentes, as pessoas preferem enviar presentes, ligar, mandar mensagens, tentar se fazer presente, estando ausente. O que é impossível. 
   As pessoas só pensam em enfeitar suas árvores com um monte de penduricalhos, e só, o natal está mais bonito por isso. As crianças não acreditam mais em papai noel. Todas já sabem que o papai noel não existe. E isso é triste. Tira dessa data aquela coisa mítica bonita, de que um velhinho quase morrimbundo venha lá do pólo norte de trenó, puxado por várias renas só para entregar um presente pessoalmente para cada criança que se comportou bem o ano todo, correndo o risco de se entalar nas chaminés. Acabou a magia do natal. Acabou o que deveria sempre estar vivo.
Acabou aquele sentimento bom de ter a família unida para celebrar o nascimento de jesus, todos juntos ceiando e se alegrando. Hoje as poucas famílias que se unem nesse dia, só ficam juntas por pouco tempo, o tempo de abrir os presentes, vê se gostou e ir embora. Não tem mais aquela coisa engraçada, que sempre tem quando você encontra com parentes que quase você não vê. Não tem mais aquela tia chata que te aperta a buchecha e diz que você ainda é uma menininha, nem aquela outra inconviniente que te pergunta se você já arranjou um namorado, ou se vai ficar para titia. Nem o tio, ou avô, que encosta seu novo namorado na parede perguntando quando ele vai te pedir em casamento, mesmo que você só tenham seis meses de relacionamento. Não tem mais aquela prima invejosa que te olha dos pés a cabeça e como não tem nada melhor pra dizer, pergunta se você tá grávida ou se tá gorda, e você tem vontade de voar no pescoço dela, mas não faz isso, porque embora todos os seus parentes sejam uns chatos de galocha, eles são sua família e se importam com você. Não tem mais o perguntar, não tem mais nada, ninguém mais se importa com ninguém. Todos só pensam na hora de abrir os presentes. De começar a festa, de vestir a roupa nova. E na hora que acaba e sempre sobra aquele tantão de comida, ninguém se preocupa em quantas pessoas, nesse dia de natal, não tem o que comer, e todos jogam o resto da ceia no lixo, mostrando um tremendo egoísmo.
   O natal dos dias atuais não tem nada a ver com amor, nem compaixão, nem solidariedade, o natal de hoje só tem a ver com o consumismo exagerado.
   Todo mundo enfeita a casa, enfeita a árvore, o corpo, mas ninguém enfeita o coração.

5 comentários:

Luis Antonio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

que massa

Alice Henz disse...

Gostei muito, mesmo tendo 10 anos gostei de +!!!
isso vai pro meu trabalho de natal !

Unknown disse...

infelizmente é a pura realidade...
rip natal

marcospllay disse...

lindo olha que tenho 11 anos estou fazendo um trabalho de natal sobre isso vou colocar nele esse texto e e verde o natal ja ta assim estou em 2016 entao sei como e

Postar um comentário